Com essa ação, Mario Campos terá uma economia de 16 mil reais. A cidade terá uma mão de obra eficiente e segura em qualquer parte da cidade

A Pena Alternativa é uma forma de reintegração de detentos de baixa periculosidade na sociedade. Os mesmos são autorizados a trabalhar em diversas áreas da cidade. Em Mário Campos, ao todo, serão disponibilizados até 40 detentos para o serviço de limpeza urbana. É uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Segurança Pública e do Departamento de Limpeza Urbana e Rural, em parceria com o Governo de Minas Gerais.

O objetivo do projeto é a reintegração dos presos na sociedade, através de serviços prestados ao município. Além de reduzir custos para o município, a Pena Alternativa também irá auxiliar na beleza e limpeza de Mário Campos. A cada 3 dias trabalhados, os detentos designados, terão 1 dia de sua pena reduzida. Os mesmos são de baixa periculosidade e passarão por uma avaliação psicológica comprovando a aptidão para prestarem os serviços.

Com essa ação, Mario Campos terá uma economia de 16 mil reais. Os únicos custos do município serão os transportes dos detentos até a cidade. Só serão autorizados, presos que tiverem bom comportamento, vontade de sair da prisão e forem avaliados por médicos.

Rogério Prado, gerente do Departamento de Limpeza Urbana e Rural afirma que o município terá uma mão de obra eficiente e segura em qualquer parte da cidade. “Faremos uma ação solidaria e humana, que é reintegrar essas pessoas, que acabaram sendo excluídos da sociedade. São humanos, e estamos contribuindo na área social de cada pessoa. Não é uma mão de obra perigosa, e teremos mão de obra em qualquer lugar que for preciso. ” Hoje, a cidade de Sete Lagoas possuí mais de 100 detentos trabalhando nesse tipo de regime. A Cidade Administrativa de Minas Gerais também adotou a Pena Alternativa. Em Mário Campos, não será diferente, teremos mão de obra gratuita e eficiente para melhorar a beleza da cidade.