DSC_0532

Para esclarecer sobre os valores cobrados pelo serviço de coleta de lixo comercial e pelo alvará anual, o prefeito de Mário Campos, Elson da Silva Santos Júnior (Juninho), junto com a secretária de Fazenda, Gilmara Campos da Silveira, realizou uma reunião com os empresários do município. O encontro aconteceu na Câmara Municipal, nessa segunda-feira (7), e contou com a participação da assessora jurídica tributária, Roseane Seabra, e da advogada do município, Patrícia Natália Elias.

Na reunião, o prefeito esclareceu que a lei municipal não sofreu qualquer alteração neste ano e que os impactos nos valores tributários foram consequência do recadastramento imobiliário. “O último cadastro no município foi realizado em 1997 e estava muito defasado, quando aplicamos a alíquota da lei já existente e em vigor no município, os valores ficaram acima do praticado anteriormente”, disse Juninho, acrescentando que já solicitou à Procuradoria que fizesse um estudo minucioso da atual situação municipal e da possibilidade jurídica de elaboração de um projeto de lei que possa reduzir as alíquotas atuais. De acordo com a advogada do município a iniciativa do governo municipal em estudar a possibilidade jurídica de criação de um projeto de lei reduzindo a alíquota mostra a preocupação da administração com os mario-campenses. A advogada frisou ainda que é legalmente impossível qualquer alteração para este ano, o estudo será feito para uma possível aplicação a partir do ano de 2015.