unnamed

Indefinição do título em quase todas as categorias é garantia de boas disputas na pista

 Nos dias 15 e 16 de novembro, a cidade de Mário Campos (MG), irá receber a etapa final do Campeonato Mineiro de Motocross. Serão dois dias de corridas, com a presença dos principais pilotos do Estado. A disputa pelo título de 2014 promete corridas acirradas na pista.

Construído especialmente para receber a etapa, o circuito está localizado na área urbana do município, no bairro Campo Verde. Com 1.400 metros de extensão e um piso arenoso, o traçado possui todos os obstáculos que fazem a alegria dos pilotos e emocionam o público. No local ainda serão montadas arquibancadas, praça de alimentação e boxes para pilotos e equipes.  Após a final do Campeonato Mineiro, a pista será mantida e fará parte do Centro de Treinamento Parque Antares, local especialmente projetado para a prática do MX e que contará com toda estrutura para eventos e treinamentos.

Entre as 11 categorias que disputam o campeonato, somente a 50cc já tem um campeão mineiro, o piloto Leandro Pereira. Richard Chaves será o representante de Mário Campos nessa categoria. Com a indefinição do título nas outras 10 categorias e com muitos candidatos querendo conquistar esse troféu, a etapa terá baterias emocionantes e muito disputadas.

 

Para o presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais, Maurício Brandão, a construção de mais um centro de treinamento (CT) em Minas, mostra a força e a tradição que o motociclismo tem no Estado “Nos últimos dois anos, houve uma crescimento significativo no número de Centros de Treinamentos e, pela primeira vez, temos espaços não só para o motocross, mas também para o Enduro e Trial. Esses locais são de extrema importância para a formação de novos pilotos e aperfeiçoamento daqueles que já praticam o esporte. Além disso o surgimento de novos CTs  mostra que o motociclismo em Minas está em uma nova fase de crescimento e desenvolvimento técnico” afirmou Brandão. “Estamos valorizando a prática de esportes no município. E não poderíamos ficar de fora dessa parceria com a federação, queremos que Mário Campos seja referência em nomes do motocross”, disse o prefeito de Mário Campos, Elson da Silva Santos Júnior (PSB).

Inscrições

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas com desconto no site www.fmemg.esp.br ou pelo telefone (31) 3271-6245. No dia da prova, o valor das inscrições será cobrado integralmente (R$ 160).

Entrada

A entrada será 1kg de alimento não perecível. Todos os alimentos arrecadados serão doados para uma comunidade terapêutica que auxilia no tratamento de dependentes químicos da região.

 

Show

Para animar ainda mais a competição, no domingo (16), dia da final do campeonato, a banda Town Mania irá se apresentar. Com 15 anos de estrada, a Town Mania, por ser fiel ao estilo pop rock, já é destaque no cenário musical de Minas Gerais. Com influências do rock dos anos 80 e 90, o repertório da banda inclui músicas do Pink Floyd, Genesis, Deep Purple, Legião Urbana e Titãns.

A Town Mania é formada por César (guitarra e voz), Douglas (teclado e backing-vocal), Ivan (baixo) e Léo (bateria).

 

Programação

Dia 15 (Sábado)

Secretaria de prova e vistoria técnica          8h às 17h

 

Treinos cronometrados


MX2                –           8h30 às 8h40

65cc                –           8h45 às 8h55

MX4                –           9h às 9h10

Nacional         –           9h15 às 9h25

MX3                –           9:30 às 9h40

Júnior              –           9h45 às 9h55

Intermediária    –           10h às 10h10

MX5                –           10h15 às 10h25

MXF                –           10h30 às 10h40

MX1                –           10h45 às 10h55

 

Baterias
MX3                –           12h      –           15min + 1 volta

Intermediária    –           12h25  –           12min + 1 volta
65cc                –           12h50  –           10min + 1 volta

MX5                –           13h15  –           12min + 1 volta

MX2                –           13h40  –           18min + 1 volta

Intervalo         –           14h10  –           14h40

MX4                –           14h40  –          12min + 1 volta

Júnior              –           15h      –           12min + 1 volta

Nacional         –           15h20  –           10min + 1 volta

MXF                –           15h40  –           10min + 1 volta

MX1                –           16h      –           20min + 1 Volta

 

Dia 16 (Domingo)

Secretaria de prova e vistoria técnica          –           8h às 10h50

 

Treinos cronometrados


MX2                –           8h30 às 8h4

65cc                –           8h45 às 8h55

MX4                –           9h às 9h10

Nacional         –           9h15 às 9h25

MX3                –           9h30 às 9h40

Júnior              –           9h45 às 9h55

Intermediária –           10h às 10h10

MX5                –           10h15 às 10h25

MXF                –           10h30 às 10h40

MX1                –           10h45 às 10h55

 

Baterias
MX3                –           12h      –           15min + 1 volta

Intermediária –           12h25  –           12min + 1 volta

65cc                –           12h50  –           10min + 1 volta

MX5                –           13h15  –           12min + 1 volta

MX2                –           13h40  –           18min + 1 volta

Intervalo         –           14h10  –           14h40

MX4                –           14h40  –           12min  + 1 volta

Júnior              –           15h      –           12min + 1 volta

Nacional         –           15h20  –           10min + 1 volta

MXF                –           15h40  –           10min + 1 volta

MX1                –           16h      –           20min + 1 volta