O projeto faz parte do Trabalho Final do Curso de Engenharia Ambiental, da Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC), e tem a finalidade de apresentar uma solução de aproveitamento dos resíduos agrícolas para os produtores locais. Ele está sendo executado em parceria com a Emater, com o apoio da agrônoma Shelen Mainente e do proprietário e produtor Rafael Leal.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável de Mário Campos, grande parte da renda do município é concentrada na produção de folhosas e milho e, segundo os próprios produtores, aproximadamente 30% da produção é perdida durante o processo de transporte. Diante disso, o projeto, que foi elaborado pelos alunos André Osias, Jamil Gomes, Matheus Neves e Rafael Anderson, visa utilizar a perda de material folhoso para a construção de leiras de compostagem, que poderá ser utilizado na produção agrícola como fertilizante.

A compostagem é realizada pelos próprios microorganismos presentes na matéria orgânica, em condições ideais de temperatura, aeração e umidade. Com o uso da compostagem, evita-se o descarte incorreto dos materiais, promove a geração de empregos, e faz com o que antes era lixo, volte a ter utilidade e valor agregado.

Para a execução do projeto, uma unidade amostral foi instalada na propriedade do produtor rural Rafael Leal, na Rua Campo Belo esquina com Aleixo Campos.

Meio Ambiente